Princesa Mecânica (As Origens #3) – Cassandra Clare (Opinião)

18661775Publicação: 2013
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896574482
Preço Editor: 19,95€
Minha classificação: 5 em 5 estrelas

Opinião: “Princesa Mecânica” é o terceiro e último livro da série “Caçadores das Sombras – As Origens” (cujo o título original é “The Infernal Devices”). Depois de “Anjo Mecânico” e “Príncipe Mecânico” (podem ver a opinião aqui e aqui, respetivamente), temos então o final desta série, que ao inicio não me agradou tanto como a saga “Os instrumentos Mortais”. Porém este último livro foi, sem dúvida, o melhor desta trilogia. Cheio de ação, romance. Neste livro acompanhamos uma Tessa mais madura, também noiva de Jem, enquanto que o parabatai deste tenta controlar o que sente pela rapariga. Temos também Mortmain mais uma vez, que de forma a conseguir ter Tessa a seu lado, rouba toda a droga que Jem costuma tomar para se manter vivo. A saúde deste agrava-se rapidamente, principalmente quando este aumenta a dose usual. Tessa acaba por ser raptada, sem ceder à chantagem, e enquanto Jem se mantém doente, com a pouca droga que lhe resta, Will parte do instituto para salvar a rapariga que ama, e que no fundo, tem o coração dividido entre os dois caçadores das sombras.

Tenho realmente imensa coisa a dizer sobre este livro, mas não irei alongar-me muito pois sei o quanto massante pode ser ler “biblias” hahahaha Mas este é de facto o meu livro favorito da trilogia, e até um dos meus favoritos da escritora. Ao longo dele, todos os acontecimentos trouxeram à vida emoções que não sentia à algumas semanas ao ler um livro, e quanto ao final? Senti o coração totalmente apertado de dor pelo final! Quem quiser, pode ver a minha pequena opinião no goodreads, que contém spoiler e explica em pormenor o porquê deste “aperto”.

Como disse antes, esta nova série da Cassandra Clare não me agradou muito ao inicio, principalmente no primeiro livro. O segundo livro começou a melhorar imenso e comecei realmente a adorar esta série, mas foi neste terceiro e último livro que me vi apaixonada e rendida aos personagens, e também à história.
Jem e Will são os meus personagens favoritos da série, obviamente, e foi o que aconteceu com eles ao longo do livro que me provocou tantas emoções! Raiva, tristeza, luto, alegria, e até risos! Tessa é obviamente uma ótima personagem, que neste livro mostra-se mais madura e que ao contrário do que vejo dentro de triângulos amorosos, comporta-se de forma sincera, sem mentiras, e tudo mais.
O Triângulo amoroso é o que mais adorei nesta trilogia, e neste livro principalmente, simplesmente porque não é o típico triângulo amoroso, em que dois rapazes discutem e lutam pela rapariga. Neste temos dois parabatais, que amam a mesma rapariga, e em que essa rapariga também se sente dividida entre eles. Não vejo Tessa como aquela rapariga sonsa e indecisa, que fica a mudar de lado constantemente, como vi em livros anteriores, e isto é o que torna este o meu triângulo amoroso de sempre!
Também a relação Parabatai entre Will e Jem é linda, apaixonante e forte. Acho que é até a minha preferida de entre todas nos livros da Cassandra Clare. Alex e Jace são sem dúvida uma ótima dupla. Mas neste livro, vimos um tipo de relação entre parabatais mais fortes. Não avançarei mais nisto, se não vou acabar por dar spoilers!
Charlotte e Sophie são personagens femininas que ganharam o meu respeito e que mereceram o destaque que tinham. Gostei também da aparição de Magnus, mais uma vez, que ajuda em alguns momentos, e que é um personagem que considero sempre fundamental nos livros sobre Caçadores das Sombras!

Em geral, gostei imenso, e se não fosse tão envergonhada, acho que criaria uma canal e falaria deste livro, pois nesta opinião não expus nem metade do que penso desta história. Adorei, adorei, e adorei! Este livro marcou-me de uma forma inacreditável e única, e até este momento, ainda sinto aquela “ressaca literária” e sinto o meu coração apertar-se de cada vez que penso no final do livro, porque apesar da parte triste, tem um bom final também. Dei por mim a pensar “Porquê Cassandra?! Porque tiveste de avançar tanto no tempo?”, e quem já leu sabe do que falo. É difícil ler aquelas últimas páginas, mas o final compensa, e deixa-nos mais calmos e satisfeitos.

Referi que podiam ver uma opinião com spoiler no goodreads. No entanto, disponibilizo-vos abaixo da sinopse a minha opinião, com a opção de “Continuar lendo” para aqueles que não querem ler spoilers, não vejam nada!

Sinopse: “Último livro da sequela de sucesso da série Caçadores de Sombras, que nos mostra as suas Origens. Tessa Gray devia estar contente, como todas as noivas! Mas, enquanto se prepara para o casamento, uma rede de sombras envolve os Caçadores de Sombras do Instituto de Londres. Surge um novo demónio, ligado pelo sangue e secretismo a Mortmain, o homem que tenciona usar um exército de impiedosos autómatos, os Instrumentos Infernais, para destruir os Caçadores de Sombras. O perigo, a traição, os segredos, os feitiços, o amor e a morte entrelaçam-se quando os Caçadores de Sombras quase se autodestroem na conclusão de cortar a respiração da trilogia de os Caçadores de Sombras, as Origens.”

Opinião goodreads: “Talvez o meu segundo ou até mesmo favorito dos favoritos livros da Cassandra Clare!!
Este livro provocou-me imensas emoções, sem dúvida, ao ponto de sentir-me de tal forma ligada aos personagens, que esta fantástica escritora conseguiu despedaçar-me o coração! E digo isto, porque é 100% verdade. Durante o livro todo, sabia como seria o final. Sabia que o Jem acabaria por se tornar um Irmão Silencioso. Sabia que a Tessa acabaria por ficar com o Will. Mas acima de tudo, sabia que sendo a Tessa imortal, o Will iria acabar por morrer e deixar a Tessa sozinha no mundo, tudo isto porque li As crónicas de Bane antes e li estes spoilers todo. Há que ter azar!
E sinto-me um pouco como uma “bebé chorona” hahahahaha Porque sim, é impossível não chorar, mesmo sabendo que tais coisas iriam acontecer. Mas então, a Cassandra Clare não ficou simplesmente pelo final feliz da Tessa e do Will! Avançou no tempo mais de um século, e ainda mencionou a morte do Will, como tudo decorreu e isso foi sem dúvida a parte que merece o Óscar de “Heart Breaker” (acabei de inventar, claro), de entre todos os livros que já li da CC. Mas o final que ela deu ao livro, mesmo depois da morte do Will, foi o que me fez gostar ainda mais deste livro. No tempo presente, mesmo após a história toda da Clary, do Jace e etc, o Jem consegue voltar a ser humano, isto é, caçador, e tudo termina bem. E é a forma como a escritora escreveu o amor que Tessa sente por ele que acho lindo. Provavelmente uma rapariga que goste de dois rapazes seja tudo e mais alguma coisa, mas não Tessa. OMG, é tanta coisa para dizer, que vou calar-me, pois em breve escreverei a opinião no blogue! Mas é sem dúvida um ótimo livro, e vi-me a enrolar para terminar este livro, pois sentirei falta do Will Herondale, que é tal como Jem, o meu personagem favorito desta fantástica série!”

Anúncios

2 pensamentos sobre “Princesa Mecânica (As Origens #3) – Cassandra Clare (Opinião)

  1. Pingback: Livros favoritos de 2016! – The Girl Who Reads Books

  2. Pingback: 1º Semestre de 2016 – 50/50 livros lidos – The Girl Who Reads Books

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s