Trono de Vidro – Sarah J. Maas (Opinião)

imagePublicação: 2015
Editor: Marcador
ISBN: 9789897541773
Preço Editor: 17,50€
Minha classificação: 5 em 5 estrelas

Sinopse: “Numa terra em que a magia foi banida e em que o rei governa com mão de ferro, uma assassina é chamada ao castelo. Ela vai, não para matar o rei, mas para conquistara sua própria liberdade. Se derrotar os vinte e três oponentes em competição, será libertada da prisão para servir a Coroa com o estatuto de campeão do rei – o assassino do rei. O seu nome é Celaena Sardothien. O príncipe herdeiro vai provocá-la. O capitão da Guarda vai protegê-la. Mas um halo maléfico vagueia no castelo de vidro – e está lá para matar. Quando os seus concorrentes começam a morrer um a um, a luta de Celaena pela liberdade torna-se numa luta pela sobrevivência e numa jornada inesperada para expor um mal antes de que este destrua o seu mundo.”

Opinião: Gostei imenso deste livro! É daqueles livros de que me arrependo de demorar para comprar e ler, porque o livro é tudo o que falam e muito mais!
A Capa é lindíssima, mas confesso que no inicio, apesar da curiosidade sobre este livro, a capa passou-me a impressão de ser algo com demasiada fantasia, e por isso só comprei o livro agora recentemente na FLL de 2016.

Algo a que não dei muita atenção foi a sinopse, que depois de reler várias vezes, acabou por fim por chamar-me à atenção, pois a ideia de uma assassina conquistar a atenção dos seus dois principais guardiões, deixou-me curiosa para saber como iria terminar este primeiro livro! Já para não falar que a escritora Sarah J. Maas é muito conhecida no estrangeiro e os livros da série Throne of Glass tem sido um sucesso!
Depois de terminar de ler o livro, que li em conjunto com a Carolina do blogue The Books On My Shelfs, posso confirmar que o livro é de facto ótimo! É um livro viciante, que nos deixa curiosos e ao mesmo tempo transporta-nos para um mundo cheio de perigos, que por várias vezes me deixaram envolvida na história de tal forma que cheguei a sentir medo em cenas como a caverna!
A Escrita é bastante fluente, envolvente, viciante e este é talvez um dos livros de fantasia mais bem escritos que li até hoje, pois não teve uma página de “aborrecimento” como todos nós leitores vemos, mesmo que raramente, nos livros, porque nenhum livro é perfeito, como é óbvio! Mas “Trono de Vidro” está perto de ser viciante.

Como sempre, não posso deixar de falar nas personagens! Todas são extremamente bem construídas, com personalidades marcantes. E quando digo “todas” não refiro-me apenas ás principais, mas também ás secundárias e até mesmo aquelas que aparecem somente num momento da história.
Celaena foi quem marcou-me mais. Não apenas pelo seu lado “badass“, mas também pela sua determinação, pela sua forma de ser e agir perante as várias coisas que vão acontecendo.
Mas também o Chaol e o Dorian são personagens que “entram a marcar”. Por outras palavras, ambos são distintos, obviamente, só que são igualmente fantásticos, e tal como a Celaena possuem personalidades muito bem desenvolvidas/construídas e fortes que deixam a sua marca em qualquer um.
Gostei imenso de outros personagens, mas obviamente que há aqueles de quem não gostei, mas até mesmo esses de que não gostei, como o Cain, fizeram deste livro único e melhor do que qualquer outro de fantasia que eu já li.

Não sei se o grupo Presença tem planos para publicar o próximo livro em breve, mas duvido que eu aguente muito mais tempo para ler o segundo livro “Crown of Midnight”, que é a continuação da história da assassina mais famosa (de um lugar cujo o nome já não me lembro. Como sou esquecida!) de sempre, e caso não aguente a espera, lá terei que ler em inglês!

Algo que vi um pouco aqui foi o trio entre Rapariga – príncipe – Guarda o que me lembra “A Seleção” em certa parte. Outras partes lembram-me “Os Jogos da Fome” e ainda outras “A Rainha Vermelha”, mas juntando estas três ideias base dos livros mencionados, ficamos com uma história fantástica, que é o que a Sarah J. Maas nos traz!

Advertisements

6 thoughts on “Trono de Vidro – Sarah J. Maas (Opinião)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s