Obsidian (Lux series #1) – Jennifer L. Armentrout [Opinião]

aPublicação: 11-2011
Editor: Entangled Teen 
ISBN: 9781620610077 
PVP: Não aplicável 
A minha classificação: 4/5 estrelas

ATENÇÃO: Esta foi uma leitura feita em inglês. Até à data desta publicação, não existe qualquer tradução em Portugal. Podem no entanto tentar encontrar o pdf/ebook do livro traduzido no Brasil, com o título de “Obsidiana”

Sinopse: Starting over sucks. When we moved to West Virginia right before my senior year, I’d pretty much resigned myself to thick accents, dodgy internet access, and a whole lot of boring… until I spotted my hot neighbor, with his looming height and eerie green eyes. Things were looking up. And then he opened his mouth. Daemon is infuriating. Arrogant. Stab-worthy. We do not get along. At all. But when a stranger attacks me and Daemon literally freezes time with a wave of his hand, well, something… unexpected happens. The hot alien living next door marks me. You heard me. Alien. Turns out Daemon and his sister have a galaxy of enemies wanting to steal their abilities, and Daemon’s touch has me lit up like the Vegas Strip. The only way I’m getting out of this alive is by sticking close to Daemon until my alien mojo fades. If I don’t kill him first, that is.

Opinião: Recordam-se dos outros dois livros que li em inglês, anteriormente (The Last Star e Eternal Darkness)? Pois é… Eu que achava que o problema em demorar para lê-los estava em mim, por ser em inglês. Achava que era normal demorar-se mais tempo a ler um livro que não esteja na nossa língua. Isto até que agarrei em “Obsidian”. Foi então que cai em mim: é verdade que adorei Eternal Darkness, e detestei The Last Star, mas não foram livros que me agarraram e até com livros em português eu demoro, se a história não me agarrar. “Obsidian” foi um vicio desde do ínicio. Li-o em pouco mais de 48 horas, mas no primeiro dia então… foi logo metade!

A história e o seu desenvolver…
Não há muitos livros que me deixem agarrada logo nas primeiras páginas, o que até é normal, porque sendo uma introdução, uma pessoa não sente propriamente muita curiosidade e pode até sentir-se meio aborrecida com a apresentação de tanta informação. Mas “Obsidian” foi algo de especial… talvez pela escrita da autora. Além de simples (o que é bom, sendo que é um livro em inglês) e fluida, a autora não se demorou nas apresentações. Não enrolou nem fez nada típico como o “blá blá venho daqui, sou dali, esta é a minha história” e isto acontece muito mais em livros escritos na primeira pessoa do singular, na minha opinião, claro.
O desenvolver não foi nada de muito surpreendente e teve alguns clichés, mas eu gostei. Sim, gostei do livro, mesmo sendo previsível. E afinal, quem não gosta de um pouco cliché? Houve momentos, para ser sincera, em que senti que estava a ler Twilight pela quantidade de formas de agir de x personagens, tal como dos cenários em si. Mas é mil vezes melhor que Twilight. Isso garanto-vos. Uma coisa vos digo: mais facilmente Aliens são reais, do que vampiros hahahahaha
As personagens…
Daemon, Daemon, Daemon… Não me chegava sonhar com um Jamie Fraser e um Jace Wayland, e agora adiciona-se mais um “namorado” ficticio à minha lista hahaha Acho que parte de ter gostado dele é saber que o personagem será melhor nos próximos livros. Neste livro ele é engraçado e um personagem bem construído, mas tenho a certeza que nos próximos livros, ele vai conquistar-me mais! Quanto à voz da história: Katy… Não é sonsa. Esperava isso. Mas não! Ela e as suas discussões constantes com Daemon são engraçadas. Se eu não tivesse gostado tanto dela, acho que não me teria sentido tão agarrada à história. E além disso, quem é que não gosta de encontrar uma personagem que adore livros? Eu com certeza que adorei esta parte dela, principalmente o facto de ela ter um blogue! hahahahaha Quanto às restantes personagens: Não só a nível psicológico como a… ADN… espero conhecer melhor a Dee, os Thompsons e até mesmo as raças, que Jennifer Armentrout criou, nos próximos livros. Não me senti totalmente satisfeita quanto a isto, porque quero conhecer melhor o mundo de Luxens.
O final (este ponto da opinião, será sempre sem spoilers)…
Até me surpreendi, porque esperava um final um pouco diferente, mas foi divertido mesmo assim e deixou-me bastante curiosa para o que virá a seguir. O desfecho do drama (antes do final final do livro)… cliché, novamente, e um pouco confuso, pois não cheguei a perceber bem o que aconteceu. Talvez tenha sido o meu inglês que se decidiu enferrujar naquele momento de ação ou talvez tenha sido mesmo a autora que quis criar alguma confusão e curiosidade. Mal posso esperar para perceber o que realmente aconteceu nos próximos livros!

Tenho a certeza que quem gostou de Hush, Hush (Becca Fitzpatrick) e/ou Twilight (Stephenie Meyer), gostará certamente deste livro. E acreditem quando vos digo que o Daemon supera o Patch e o Edward hahahaha 

Anúncios

5 thoughts on “Obsidian (Lux series #1) – Jennifer L. Armentrout [Opinião]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s