À solta na noite (Predador na Noite #9) – Sherrilyn Kenyon

8883268Título Original: Unleash the Night 
Publicação: 10/2011 
Editor: Chá das Cinco (Saída de Emergência) 
ISBN: 9789897100178 
PVP: 18,85€ – Compra-o aqui 
A minha classificação: 3,5/5 estrelas

Sinopse: Wren Tigarian era apenas uma cria órfã quando foi levado para oSantuário. Muitos veem-no como uma aberração ? uma misturaproibida de duas espécies, pelo que se tornou um solitário,isolando-se tanto do contacto com os Predadores do Homem comocom os humanos. Até conhecer Marguerite Goudeau. Filha de um notável senador dos EUA, Marguerite detesta a farsa social em que é obrigada a viver. Contudo, não tem outra opção senão tentar adaptar-se a um mundo onde se sente uma estranha. O mundo dos humanos nunca devia contactar com o dos Predadores do Homem, que habitam a seu lado, invisíveis, desconhecidos, indecifráveis. Mas para que possa proteger Marguerite, Wren terá de combater não apenas os humanos que nunca aceitarão a sua natureza animal, como também os Predadores do Homem que o querem ver morto. É uma corrida contra o tempo num mundo de magia sem fronteiras que lhes poderá custar não apenas a vida, mas a alma…

Opinião: Acho que este já é o 6º livro de Sherrilyn Kenyon, e também da série Predador da Noite, que leio este ano, pelo que penso ser normal sentir algum enjoou, não só da escrita, como deste mundo. Mesmo assim, não deixei de gostar desta história, embora tenha saudade dos predadores da noite, também considerando que não sou muito fã de lobisomens e companhia.
Após oito livro, sendo este o nono na série, é normal que se note um certo padrão: O homem problemático que não pode ficar com a mulher, que é a mais linda que já viu. E depois a mulher, que nunca viu um homem tão belo como aquele, que acaba por ficar em risco de vida, ao envolver-se com esse homem. Até mesmo as descrições tornam-se repetitivas, o que me cansa um pouco, para ser sincera, pois acho que Sherrilyn poderia variar um pouco certo? Afinal, ela acusou Cassandra Clare de copiá-la, mas no fim, Cassandra Clare já vai para a sua terceira série e as suas histórias continuam perfeitas e viciantes, as always. Porém, acho que este enjoou deve-se em parte ao facto de ter lido já muitos livros da autora este ano, então antes de ler o próximo, irei dar um pequeno intervalo para que possa desenjoar…
Quanto à história em si, não me surpreendeu muito, previsível, mas de certa forma, não consigo deixar de gostar destes livros, por algum motivo, principalmente quando temos o envolvimento de Acheron na história, o que não é o caso deste livro, infelizmente…
O casal principal não é muito diferente do outro, e não são dos meus favoritos, como personagens. Porém, um personagem que sinto que se destacou imenso aqui foi a Aimie (provavelmente estou a escrever o nome de forma errada, ignorem) e Savitar. Quanto a esta primeira, que é filha de Nicolette, a dona do Santuário, chamou-me particularmente à atenção por ser diferente da sua família e pelo seu romance com Fang, que dará um bom livro (de certeza que existe um sobre eles e estou bastante curiosa por descobrir mais sobre eles). Quanto a Savitar, achei engraçado. É como se fosse um Acheron, mas que comanda os Predadores do Homem e outros animais, embora não chegue aos pés do Acheron, claro hahaha. Apesar dos personagens principais serem Wren e Marguerite, foram estes anteriores que se destacaram, na minha opinião.

Talvez tivesse dado uma classificação menor, se não fosse a viagem no passado e a “surpresa” final no livro, que me deram alguma motivação para ler mais rapidamente o livro. Senti que isto fez o livro sobressair-se dos anteriores, de alguma forma, quebrando um pouco este padrão. Mas é Sherrilyn, e eu gosto do mundo que ela criou, embora ache muito estranho a repetição constante de “Nunca vira nada assim”, “Nunca sentira nada assim” hahahahaha Um dos motivos porque li tantos livros dela este ano, é por querer chegar ao livro “Acheron”, que é o 14º da série, que fala, bem… sobre o Acheron, então essa é a minha motivação, se não acho que não teria lido tantos livros. Agora, faltam-me apenas quatro, antes deste, finalmente, ufa! haha

Anúncios

2 pensamentos sobre “À solta na noite (Predador na Noite #9) – Sherrilyn Kenyon

  1. Pingback: Leituras de Novembro [2016] – Wrap-Up – The Girl Who Reads Books

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s