O Código da Vinci, edição juvenil (Robert Langdon #2) – Dan Brown [Opinião]

b572ab5bde7d249d563c59fd2e403af2Título Original: Da Vinci’s Code
Publicação: 11-2016
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722533041
PVP: 16,60€ – Compra-o aqui 
A minha classificação: 2,5/5 estrelas

Sinopse: A maior conspiração dos últimos dois mil anos está prestes a ser revelada a uma nova geração. Robert Langdon, professor de simbologia da Universidade de Harvard, está em Paris para dar uma palestra. Na receção que se segue deve encontrar-se com um respeitado curador do mundialmente famoso Museu do Louvre.
Mas o curador nunca aparece e mais tarde, durante a noite, Langdon é acordado pelas autoridades é informado que o curador foi encontrado morto. De seguida, é conduzido ao Louvre, à cena do crime, e descobre pistas desconcertantes. Este é o ponto de partida para uma corrida contra o tempo, na decorrer da qual Robert Langdon, auxiliado pela criptologista francesa Sophie Neveu, procura decifrar um conjunto de pistas especificamente deixadas para sua interpretação. Se Robert e Sophie não conseguirem resolver o quebra-cabeças a tempo, serão confrontados com um trágico destino.

Opinião: Antes de mais, quero agradecer a gentileza da Bertrand Editora  em ter-me cedido um exemplar deste livro!

“O Código Da Vinci” é um bom livro. Talvez até um livro fantástico. Mas para quem realmente aprecia um bom thriller à mistura de temas religiosos, sem dúvida. O que não é o meu caso. Mas estava curiosa por saber o que tinha este livro de tão especial, então decidi lê-lo.

Relativamente à parte do thriller, gostei bastante, porém, para mim, as questões religiosas e longas explicações históricas de religião foram o que me impediram de apreciar realmente este livro. Mas numa coisa, muitas pessoas têm razão: Dan Brown escreve como se fosse um guião, no sentido, em que há muita descrição em termos da ação e isso permite-nos 13417381imaginar de facto todas as situações pelas quais Robert e Sophie passam ao longo do livro. Como disse, se não fosse a parte religiosa e histórica, acho que teria gostado do livro e não teria ficado ali às voltas sem muita vontade de o ler.

Confesso que esperava um pouco mais de Robert, que é o principal da história (e da trilogia de Dan Brown, acho). Esperei ver uma personalidade forte, mas encontrei um personagem um tanto… vazio. Sophie, pelo contrário, é uma personagem cativante, inteligente e que de alguma forma, torna toda a história mais interessante, também por estar diretamente ligada à vitima de assassinato. Teabing é intrigante, um pouco misterioso e gostei dele e da forma de ser e falar deste. Por momentos, fez lembrar um pouco do Padre Bartolemeu de “Memorial do Convento” (José Saramago), por serem ambos personagens cultas e que adoram um bom enigma.
Apenas uma coisa me agarrou totalmente, dentro da parte da religião-história: A teoria do quadro “A última ceia”. É realmente interessante ver as teorias que os personagens, de Dan Brown, criam à volta disto!

Novamente, digo: Não é por não ter gostado tanto como esperava, que não o recomendo, até porque tenho conversado com imensas pessoas que dizem ter adorado o livro. Portanto, se tu, que estás a ler esta opinião, és um fã de thriller ou adoras um bom mistério que envolva um pouco de história e muita religião, força, agarra neste livro e lê-o!

Uma leitura com o apoio de13417381.jpg

 

Advertisements

One thought on “O Código da Vinci, edição juvenil (Robert Langdon #2) – Dan Brown [Opinião]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s