Por Treze Razões – Jay Asher [Opinião]

51QiUCgL8hL._SY344_BO1,204,203,200_Título Original: Thirteen Reasons Why
Publicação: Abril-2017 (reedição)
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722358934
PVP: 13,90€ – Compra-o na editora em www.levo.pt ou em www.wook.pt 
A minha classificação: 3,5/5 estrelas

Sinopse: Ao regressar das aulas, Clay Jensen encontrou à porta de casa uma estranha encomenda com o seu nome escrito, mas sem remetente. Ao abri-la descobriu sete cassetes com os lados numerados de um a treze. Graças a um velho leitor de cassetes, Clay é surpreendido pela voz de Hannah Baker, uma adolescente de dezasseis anos que se suicidara duas semanas antes e por quem estivera apaixonado. Na gravação, Hannah explica os treze motivos que a levaram a pôr fim à vida. Guiado pela voz de Hannah, Clay testemunha em primeira mão o seu sofrimento e descobre que os treze motivos correspondem a treze pessoas…

Opinião: Deixem-me, desde já, dar-vos uma sugestão: Leiam o lado A da primeira cassete (ou seja, o primeiro capítulo) e de seguida vão ver o primeiro episódio da adaptação da Netflix! Porquê? Acho que de alguma forma esse episódio virá a dar uma sensação mais real e mais dura do que realmente aconteceu com a protagonista, do que a fez a fazer o que fez, tal como vos dará uma visão diferente sobre este livro, e assim tenho a certeza de que irão gostar muito mais dele, do que gostariam se não seguissem este meu conselho.

De inicio, até ter visto o primeiro episódio, não me adaptei facilmente ao livro, pois a escrita do autor não é nada de especial. Por vezes senti que esta tornava tudo mais lento e mais… sem sentido. No entanto, após ver então o primeiro episódio, correspondente à Cassete nº1 lado A, dei por mim a perceber melhor tudo, a gostar mais do livro, ao ponto de não o conseguir largar, por querer saber o que se seguiria e quem seriam as “razões” que levaram Hannah a suicidar-se.
Comecei por aconselhar-vos a verem a série à medida que vão lendo, pois não sendo a escrita do autor a melhor, existem certas situações ou até mesmo certas razões que Hannah dá nas cassetes, que acabam por não parecerem nada de mais. Levam o leitor a questionar-se se Hannah não estaria a dramatizar ou simplesmente a dar muita importância a coisas sem a gravidade que esta dizer serem graves. Acho que porque a escrita não era “grande coisa”, não sentia nada e acabava por achar situações um tanto “banais”, porque afinal de contas… quem nunca passou por situações de ser alvo de gozo ou de boatos ou reputação? Quem não foi traido por alguém em quem confiava? Mas de facto, ao ver o primeiro episódio, comecei a prestar melhor atenção ao livro, ao que lia e conclui que não eram apenas coisas banais, mas um acumular de situações graves, uma bola de neve em constante crescimento até terminar num desastre. Às vezes uma imagem vale mais do que mil palavras e ajuda imenso termos a série já disponível, para nos ajudar a perceber melhor certas “razões” que não parecem nada demais ao serem lidas pela primeira vez. Obviamente que não estou a dizer que o livro não seria a mesma coisa sem a série, porque este é bom, real e bastante original!
E assim, acabei por gostar de um livro, que ao inicio não me agradava pela sua escrita mas que me prendeu pela sua história, que poderia ser a história de uma pessoa que tivéssemos um dia conhecido, pois todos os dias, imensas pessoas passam por situações deste tipo: por bullying, por abuso, etc.
Não vou dizer que é um livro com uma história bonita, porque não é. É negro e triste ver o que aconteceu com a protagonista e como ninguém a ajudou, mesmo esta dando sinais de precisar de salvamento.
Eu gostei do livro, apesar da sua escrita, pois aborda um tema complexo e nada positivo, ao qual a sociedade não dá muita importância, generalizando. É um livro também de reflexão, que deveria ser leitura obrigatória, inclusive nas escolas, para que todos tenhamos noção que os nossos atos podem afetar outras pessoas ou levá-las ao limite. Quem sabe algumas pessoas não refletissem melhor antes de agir (isto relativamente aos praticantes de bullying). É um livro que recomendo a todas as pessoas, de qualquer idade, pelo seu tema e pela história, sem dúvida!

Para mais informações do livro Por Treze Razões, clica aqui!

Uma leitura com o apoio de13866769_821828817951392_862605751_n

Advertisements

3 thoughts on “Por Treze Razões – Jay Asher [Opinião]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s