O Verão em Que Me Apaixonei (Summer #1) – Jenny Han [Opinião]

18194600_1438470846176027_8981936398536154859_nTítulo Original: The Summer I Turned Pretty
Publicação: Maio-2017
Editora: Topseller
ISBN: 9789898800961
PVP: 15,98€ – Compra-o em www.wook.pt 
A minha classificação: 5/5 estrelas

Sinopse: «Toda a minha vida era medida em verões. Como se não começasse efetivamente a viver enquanto não chegasse junho, até estar naquela praia, naquela casa.»
Tudo o que é bom e mágico acontece durante o verão, e é a sonhar com o verão que Belly, de 16 anos, passa os seus dias. Para ela, os invernos são insuportáveis e sinónimo de estar longe de Jeremiah e de Conrad, os rapazes que Belly conhece desde a sua primeira estadia na casa de praia. Eles são os seus quase-irmãos, os seus inseparáveis parceiros de aventuras.
Até que chega aquele verão – maravilhoso e ao mesmo tempo terrível – em que tudo muda. Estas poderão ser as últimas férias que passam todos juntos na casa de praia. Chegou o momento de perpetuar memórias, confessar paixões escondidas e, acima de tudo, é hora de, finalmente, Belly começar a obedecer ao seu coração.
Um romance com sabor a mar e a liberdade, sobre crescer e apaixonar-se, deixando-nos a desejar por mais.

Opinião: A primeira vez que peguei em algum livro da Jenny Han foi o tão conhecido “A Todos os Rapazes que Amei”, mas foi exatamente por só ter lido as primeiras páginas, que disse “peguei” em vez de “li”. Algo não me agradou na altura. Talvez tenha sido a fase de descoberta géneros literários diferentes em que estava que me impediu de apreciar o que claramente é uma escrita leve e viciante. Na altura, parte de mim sentia que a “culpa” recai sobretudo sobre a escrita de Han mas tal opinião mudou agora que li este livro, que foi por acaso o primeiro publicado no estrangeiro pela autora! E para surpresa minha, não é que comecei a ler este livro e horas depois terminava-o? Uma parte de nós leitores orgulha-se sempre de ler um livro, de vez em quando, num dia, admitam! hehehe

13047090.jpg

Do que observei, este é o livro com menos rating no goodreads, mesmo que quase alcance a média de 4 estrelas. Mas para mim foi definitivamente um 5 estrelas e sinto que esta média deveria ser mais alta, pois mesmo não tendo lido ainda os próximos livros da trilogia, sei que a minha opinião relativamente a este primeiro manter-se-á e que este livro definitivamente merece essa média mais alta pois é tal forma envolvente que proporciona-nos uma leitura totalmente viciante e deliciosa. Não consegui literalmente pousá-lo! Só queria devorar página atrás de páginas. A escrita de Jenny Han tem algo de mágico realmente por esse exato motivo. Tem uma narrativa e escrita simples, assim como história, mas há algo único na forma como ela decide desenvolver essa história. Este livro é um daqueles livros a que posso chamar de “fofo”. O romance tem uma beleza inexplicável, assim como os personagens, aos quais me rendi totalmente, principalmente a Conrad e Jeremiah pelas suas personalidades um tanto opostas uma da outra mas divertidas, cativando facilmente o leitor.

O meu cabelo estava caído e, desde o banco de trás, senti o Conrad a tocar-lhe, passando os dedos pela parte de baixo. Acho que até sustive a respiração. Estávamos em absoluto silêncio eu e o Conrad Fisher brincava com o meu cabelo.
– O teu cabelo é como o de um miúdo, está sempre desalinhado – disse ele suavemente. A sua voz fez-me tremer, parecia o som que a água faz quando se enrola na areia.

Gostei sobretudo que a protagonista mostrasse-nos episódios do passado, de Verões anteriores, permitindo-se ver como foi realmente que se desenvolveu o romance e outras ligações aos vários personagens que conhecemos logo nas primeiras páginas ou durante o livro. Cada visão sobre o passado acaba por ser importante de certo modo e obviamente que torna-se interessante conhecer mais do trio e dos seus Verões. Cada página do passado e do presente da história é absolutamente viciante, deliciosa, com um romance bonito e amizades divertidas que fazem qualquer um querer voltar à adolescência e viver um verão como o de Belly.

Jenny Han conseguiu consquitar-me e estou mais que ansiosa em continuar a ler mais dela. Enquanto não chega a tradução do próximo livro, irei dar uma segunda oportunidade a “A Todos os Rapazes que Amei” que tenho a certeza de que será uma leitura igualmente apaixonante e divertida.

Uma leitura com o apoio delogo_topseller_lema

Anúncios

One thought on “O Verão em Que Me Apaixonei (Summer #1) – Jenny Han [Opinião]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s