O Milésimo Andar (The Thousandth Floor #1) – Katharine McGee [Opinião]

18582237_879879388837557_3434929627468688562_nTítulo Original: The Thousandth Floor
Publicação: 7 de Junho de 2017
Editora: Editorial Planeta
ISBN: 9789896579340
PVP: 17,95€ – Compra-o em www.wook.pt 
A minha classificação: 5 em 5 estrelas

Sinopse: Uma torre de mil andares. A visão brilhante de um futuro onde tudo é possível se assim o desejarmos. Nova Iorque, cidade de sonhos e inovação daqui a cem anos. Todos querem qualquer coisa… e todos têm algo a perder. O exterior impecável de Leda Cole esconde um vício secreto por uma droga que nunca devia ter experimentado e por um rapaz em quem nunca devia ter tocado. A vida bela e descuidada de Eris Dodd-Radson desmorona-se quando uma traição lhe destrói a família. O trabalho de Rylin Myers num dos andares mais altos mergulha-a num mundo e num romance inimaginável… mas essa vida nova custar-lhe-á a que tinha antes? E a viver acima de todos, no milésimo andar, está Avery Fuller, uma rapariga que parece ter tudo, mas que vive atormentada pela única coisa que nunca poderá ter.

Segredos, escândalos e traições numa Nova Iorque como nunca a viu.

Opinião: O mundo que encontramos neste livro é sem dúvida um espelho do que vemos em Gossip Girl, mas de uma forma mais futurista, com uma torre de mil andares e robôs. E tal como na série que muitos conhecem, o livro não segue apenas a história de um personagem ou casal, mas sim de vários, pelo ponto de vista de apenas cinco personagens: Leda, Eris, Watt, Rylin e Avery. Ao inicio, foi meio que complicado assimilar tanta informação e personagens num curto espaço, mas após alguns capítulos, a sensação de confusão passa. Por causa disto, desisti do livro, pois não percebia como é que isto podia ser tão parecido à série de televisão que adoro. Mas ao dar uma segunda oportunidade, o vicio foi total. Li, li e li, sem parar.

Post.jpg

Não consigo escolher um personagem favorito, mas adorei principalmente o ponto de vista de Avery e Rylin, ambas com romances que só me deixaram mais agarrada ao livro. Avery e o seu amor pelo irmão, Atlas, foi o romance de que mais gostei por ser algo proibido. Rylin e Cord lembraram-me em parte Blair e Chuck, e OMG, como adorei este livro e os seus personagens! O mundo é simplesmente fantástico, mesmo que simples de uma forma positiva. Leda foi a personagem com a história mais previsível, sendo uma rapariga obcecada por Atlas, com sede de vingança. Watt é um personagem mais neutro mas que gostei de conhecer, principalmente por ter uma espécie de robô na sua cabeça o que o torna num hacker brilhante. Eris foi uma personagem confusa, confesso e talvez aquela que não me interessou tanto, porque parecia não se encaixar na história.

— Ainda bem que voltaste. Tive saudades tuas — disse ela.
— Também eu.
O silêncio prolongou-se. Avery queria continuar acordada, beber na presença de Atlas, mas o sono tinha mais força. Após um momento o rapaz levantou-se, saiu do quarto e disse, antes de fecha a porta devagarinho:
— Amo-te.
Também te amo, sussurrou o coração dela, repetindo a frase como se se tratasse de uma oração.

Gostaria de ter visto os pontos de vista de Cord e de Atlas, mas acho que ao mesmo tempo, não os ter, é o que traz mais mistério, o que facilmente deixa uma pessoa ainda mais presa à história por querer saber se os romances envolvendo estes dois personagens poderão ou não resultar.
Algo que gostei e trouxe algum equilíbrio ao que poderia ter-se tornado num mundo excessivamente cheio de raparigas mimadas da elite, foi o envolvimento de drogas e hackers na história, que são temas que espero que continuem a ser abordados no próximo livro!
O final foi um pouco surpreendente e chocante, e deixou-me em “pulgas” para ler o próximo livro, sem dúvida.  Já intitulada de “The Dazzling Heights”, a continuação será lançada ainda este ano, na sua língua original.

A conclusão a que chego com este livro é que todos os livros merecem uma segunda oportunidade, pois o que ao início parecia não ser nada de especial, acabou por agradar e muito! Para fãs de Gossip Girl, este é um livro mais que obrigatório. Mas é um livro que recomendo a outras pessoas, pois tenho a certeza que irão adorar conhecer os moradores desta torre de mil andares.

Uma leitura com o apoio dePlaneta

Anúncios

Um pensamento sobre “O Milésimo Andar (The Thousandth Floor #1) – Katharine McGee [Opinião]

  1. Pingback: Literatura | Leituras de Junho e Julho — 2017 | The Girl Who Reads Books

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s