Literatura | “Mirror, Mirror” de Cara Delevingne e Rowan Coleman — Opinião

75Título Original: Mirror Mirror 
Publicação: 15 de Novembro de 2017
Editora: Editorial Planeta
ISBN: 9789897770081
PVP: 16,95€ — Compra-o em www.wook.pt 
A minha classificação: 3 em 5 estrelas

Sinopse: O romance que vai deixar marca!
Romance sobre a amizade e a identidade e o facto de que as aparências podem enganar. Quando olhar para o espelho, o que vê?
Explora o complicado mundo da adolescência: amizade, amor, sexualidade, descoberta da identidade, triunfo, decepção…
Repleta de elementos pouco usuais, que deixarão admirados não só os fãs de Cara Delevingne como os que ainda não conheçam a polémica artista.

Opinião: É impossível não sentir orgulho por ver alguém do sexo feminino a alcançar tanta coisa. Para além de modelo (mais conhecida pelo seu trabalho nas Victoria’s Secret) e atriz, Cara estreia-se agora no mundo da literatura. Para um primeiro livro, sinto que ela saiu-se bem.

Os personagens e o tipo de história fazem-nos lembrar John Green e as suas histórias peculiares e engraçadas. Independentemente de gostar que Cara tivesse criado uma história diferente, gostei deste primeiro trabalho dela devido ao tema principal que aqui é abordado. É um livro com imensos temas abordados, na verdade, e é isso que gostei em “Mirror Mirror”, pois mostra que todos os personagens têm uma história e que ninguém é perfeito. Temos Leo e o seu irmão perigoso, Rose e a sua força exterior mas que interiormente não é tanta, e temos Red e a sua identidade.
De inicio, a história pode ser um pouco confusa, principalmente pela questão de haver uma troca constante entre feminino e masculino no que toca à voz do livro, Red, mas mais para meio, as peças começam a encaixar-se e entende-se qual o objetivo das autoras. Embora sinta que este “segundo” tema do livro, isto é, os problemas de identidade de Red, poderia ter sido melhor desenvolvido, achei interessante trazerem tal assunto para esta história, assim como todo o mistério por de trás do desaparecimento de Naomi.

Fora alguns aspetos, gostei do livro, sobretudo das últimas 100 páginas que agarraram-me por completo ao livro. É um livro bom para alguém que se iniciou no mundo da escrita, de facto. Não conheço a outra autora, nem sei como foi escrito o livro entre ambas, Rowan e Cara, mas vejo potencial na atriz de Paper’s Town, pelo que ficarei a aguardar por outras histórias que esta nos traga, bastante curiosa.

Uma leitura com o apoio dePlaneta

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s