Literatura | “Os Viajantes” (Passengers #2) de Alexandra Bracken — Opinião

liv01950150_fTítulo Original: Wayfarer 
Publicação: 18 de Janeiro de 2018
Editora: Marcador
ISBN: 9789897543449
Compra-o em: www.wook.pt | www.presenca.pt 
A minha classificação: 4 em 5 estrelas

Sinopse: Este é o livro sequela de Os Passageiros do Tempo. Etta Spencer não sabia que era uma viajante até ao dia em que emergiu a quilómetros e a anos da sua casa. Agora que lhe roubaram o objeto poderoso que era a sua única esperança de salvar a mãe, Etta encontra-se presa mais uma vez, longe do seu tempo e de Nichola, corsário do século XVIII por quem se apaixonou.

Quando se vê no coração do inimigo, promete terminar o que começou e destruí-lo de uma vez por todas. Mas é surpreendida com uma revelação bombástica sobre quem é o seu pai. De repente, questionando tudo pelo que lutou, Etta tem de escolher um caminho que poderá transformar o seu futuro.

Opinião: Tal como o anterior livro, “Os Viajantes” inicia de forma lenta mas que vai nos deixando curiosos, aos poucos, com o que acontecerá e como é que Nicholas e Etta se reencontraram. É verdade que o livro não é apenas sobre o romance mas… eu adoro um bom romance e era do reencontro destes protagonistas que mais ansiava de ver neste final da duologia de “Passengers”.
A escrita de Alexandra Bracken é extremamente detalhada. Por vezes, houve detalhes que não senti que acrescentassem muito à história, mas é mais para meio do livro, que essas descrições pormenorizadas, do que vai acontecendo, tornam a ação e a história do livro fantástica, proporcionando-nos uma imagem viva de cada momento, de cada cena. Em suma, existe um equilíbrio nesta característica que, ao meu ver, é o que distingue Alexandra Bracken de outras autoras de fantasia: a sua capacidade de detalhar algo de uma forma quase sempre incrível, embora exista algumas partes que parecem arrastar-se durante páginas sem fim.

Uma vez mais, o mundo dos viajantes e as regras que a autora foi ditando ao longo do livro (como o facto de um viajante ser expulso de um tempo onde esteja o seu ‘eu’ futuro ou o seu ‘eu’ passado) é genial. É a parte do livro de que mais gostei, logo da duologia. É o que eleva a qualidade deste livro e é o que me faz realmente gostar desta história. Viajar no tempo e tudo o que existe em torno deste conceito é complexo, no meu ponto de vista, porém Alexandra Bracken concebe tudo isto de um modo surpreendente, que a mim me deixa completamente presa ao livro. Chega a ser apaixonante este mundo que a autora criou.

O jantar com o Czar Nicolau II, dos Romanov, foi um dos momentos do livro de que mais gostei. É sempre bastante engraçado ver os diferentes viajantes interagirem com figuras histórias reais ou passarem por datas marcantes!

O final de “Wayfarer” é o que vem fixar as quatro estrelas, aumentando assim a classificação que inicialmente pretendia dar, pois é uma conclusão que me deixou bastante satisfeita!
Tanto a duologia, como a autora, são algo que não agradará a todos, mas os verdadeiros amantes de fantasia é certo que conquistará e surpreenderá, pois Bracken conseguiu desenvolver o tema de ‘viajar no tempo’ na perfeição, derrubando qualquer obstáculo que surja ou respondendo às dúvidas que vamos tendo quanto ao mundo aqui criado.

Para mais informações do livro “Os Viajantes”, clica aqui!

Uma leitura com o apoio demarcador_logotipo

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s