Cinema | “Eu, Tonya” (2018) — Opinião

ITposter.jpgTítulo original: I, Tonya
Gênero: Biografia, Drama
Data de lançamento: 22 de Fevereiro de 2018
Elenco Principal: Margot Robbie, Allison Janney, Sebastian Stan, Jason Davis, Julianne Nicholson
A minha classificação: 8,5 em 10 estrelas

Opinião: ‘I, Tonya’ é um daqueles filmes que apresenta um leque de acontecimentos chocantes mas por vezes também engraçados, até certo ponto. Este é um filme que penso que captará mais o interesse de um público ou que goste do elenco ou que seja um fã de patinagem no gelo (ou até mesmo que goste de seguir as indicações de Óscares). Este segundo tipo de público é onde eu encaixo-me, claramente, pois acho lindíssimo este desporto. Foram, sobretudo, as cenas de patinagem as que mais gostei no filme todo. Fiquei fascinada inclusive com o triplo salto que Tonya completou e como o produziram no filme com Margot Robbie de protagonista.

O elenco é o segundo factor mais positivo neste filme. Já todos sabemos quem recebeu o Oscar de melhor atriz secundária (para quem não sabe, foi a atriz que faz de mãe de Tonya) e considero-o bem merecido. Apesar de Margot ter uma atuação incrível, Allison Janney saiu-se ainda melhor, criando em mim uma sensação de amor-ódio pela personagem que esta representa. De um modo mais geral, o elenco é bastante bom e com o pouco que vi das figuras reais (nos créditos do filme, temos acesso a pequenas gravações destes), vejo que todos tiveram representações fieis à realidade.

IT1.jpg

A história em si, excluindo a patinagem, é chocante, como já disse, com alguns momentos um tanto hilariantes mas o que se destaca para mim como mais chocante é a justiça que Tonya recebeu pelo que aconteceu com a sua colega de patinagem Nancy Kerrigan. No fim, ela foi a que menos participação teve no que aconteceu mas foi a que mais prejudicada foi e tal injustiça deixou-me com uma sensação de revolta enorme. Hoje conhecemos a história de Tonya mas é impossível devolver a esta o que lhe foi tirado à anos atrás.

IT2.jpg

Em suma, é um filme que me surpreendeu imenso pela positiva, cujo o elenco traz-nos atuações marcantes e intensas. Não é um filme para todos os gostos mas quem gosta de patinagem do gelo, sobretudo, sentir-se-á agarrado a este filme desde o primeiro minuto. Mas garanto-vos que será o elenco que irá conquistar-vos, acima de tudo! Por esta mesma razão, “Eu, Tonya” é um filme que recomendo, sem qualquer dúvida.

Trailer e sinopse
Desde muito cedo que Tonya Harding revelou um extraordinário talento para a patinagem. Essa aptidão, aliada a uma prática diária intensiva com a treinadora Diane Rawlinson, fez dela uma das mais brilhantes patinadoras no gelo de todos os tempos. Aguentando maus-tratos e humilhações por parte da progenitora – uma mulher autoritária e ambiciosa que esperava enriquecer à custa do sucesso da filha – e, mais tarde, de Jeff Gillooly, o homem com quem casou aos 18 anos, a atleta acaba por sofrer pressões de vários tipos. A um mês das Olimpíadas de Inverno de 1994, Tonya se vê envolvida num escândalo com a sua compatriota e rival Nancy Kerrigan. Esse terrível incidente, que fez manchetes nos jornais de todo o mundo, marcou o princípio do fim da sua carreira…

 

 

Anúncios

7 pensamentos sobre “Cinema | “Eu, Tonya” (2018) — Opinião

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s