Literatura | “Fahrenheit 451” de Ray Brandbury — Opinião

Título Original: Fahrenheit 451
Publicação: Maio de 2018
Editora: Saída de Emergência
ISBN: 9789897731068
Compra-o em: www.wook.pt | www.saidadeemergencia.com 
A minha classificação: 4 em 5 estrelas

Sinopse: Como uma mensagem mais relevante do que nunca, venha descobrir o clássico profético de Ray Bradbury sobre o poder da resistência à tirania política.

Guy Montag é um bombeiro. O seu emprego consiste em destruir livros proibidos e as casas onde esses livros estão escondidos. Ele nunca questiona a destruição causada, e no final do dia regressa para a sua vida apática com a esposa, Mildred, que passa o dia imersa na sua televisão.
Um dia, Montag conhece a sua excêntrica vizinha Clarisse e é como se um sopro de vida o despertasse para o mundo. Ela apresenta-o a um passado onde as pessoas viviam sem medo e dá-lhe a conhecer ideias expressas em livros. Quando conhece um professor que lhe fala de um futuro em que as pessoas podem pensar, Montag apercebe se subitamente do caminho de dissensão que tem de seguir.

Mais de sessenta anos após a sua publicação, o clássico de Ray Bradbury permanece como uma das contribuições mais brilhantes para a literatura distópica e ainda surpreende pela sua audácia e visão profética.

Opinião: Não é primeira nem última vez que leio um livro pela capa. “Fahrenheit 451” é um desses livros sobre os quais não sabia quase nada mas que com esta belíssima edição cativou-me para a sua leitura!

A sinopse, a mim, passou-me uma ideia diferente do que acaba por ser o livro, por isso foi-me um pouco confusa esta história inicialmente, sobretudo quando percebo que estamos num futuro posterior a 2018, inclusive. Mas gostei imenso da história, para minha surpresa, pois não esperava encontrar num livro de fição científica do século anterior uma mensagem tão forte e que, infelizmente, ainda se aplica à realidade de muitos países nos dias de hoje.

Apesar de sentir que alguns diálogos eram vazios e, por vezes, chatos, achei que houve uma boa construção quer a nível de personagens como de história, sobretudo nesta última que tem uma sucessão de acontecimentos que vão prendendo o leitor cada vez mais ao livro, levando-o a questionar como conseguirá Montag fugir ao perigo com que se depara.

Quanto ao filme, deixo-vos uma pequena opinião: não resisti a ver a adaptação mais recente do livro, produzida pela HBO, após terminar a sua leitura, e tenho que concordar com o que outras pessoas dizem: o filme é de facto uma desilusão quando comparado ao livro, pois alteraram demasiado a história. Como é habitual, o livro supera o filme!

“Fahrenheit 451” é definitivamente um livro incrível, inteligente, que inevitavelmente faz qualquer leitor imaginar como seria um mundo sem livros. Como é dito no prefácio: seria um verdadeiro apocalipse (haha)!

saida de emergencia

Anúncios

3 pensamentos sobre “Literatura | “Fahrenheit 451” de Ray Brandbury — Opinião

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s